Um Tour em Melbourne

JOHANNESBURG (quebrado) Tive tempo de sobra pra escrever um pouco sobre Melbourne no meu longo voo entre Sidney e Johannesburg. Aqui vão alguns lugares que eu acho que vale a pena visitar na bela, verde e espalhada Melbourne.

St Kilda. Fica na praia e aos domingos tem uma freirinha meio hippie. Foi lá que encontrei minha máscara aborígine. Quando eu fui estava nublado mais me disseram que o por do sol é algo espetacular. Ainda na redondeza tem uma rua cheia de pequenos cafés e restaurantes. Uma curiosidade sobre o café na Australia: Regular coffee não é café preto sem açúcar. Para eles regular coffee diz respeito ao tamanho. Se você pedir somente um café provavelmente vai receber um café com leite.

King’s Domain e Shrine. É o coração verde da cidade que inclui o jardim botânico e mais alguns jardins. A região foi construída em 1852 em uma região pantanosa.  Ao lado dos jardins fica o Shrine, um belo monumento aos heróis de guerra Australianos.

Bonde. Pegue o bondinho gratuito que faz um tour no centro da cidade, que em Melbourne é conhecido como city e não downtown.  Vale a pena o passeio.

Federation square.  É o mais novo espaço público da cidade, inaugurado em 2002. Tem uma arquitetura bem moderna, diferente de tudo que se vê ao redor. Um bom lugar pra tomar um short black (expresso). Ao lado do Fed Square fica a Flinders Street Station, a principal estação de trem da cidade.

Dockland. Era um pântano até que recentemente começaram a construir prédios de apartamentos residenciais e alguns prédios comerciais. Todos muito bonitos e modernos e com uma bela vista para o mar. O problema é que o Australiano típico não é muito chegado a morar em apartamento. O negócio deles é casa com quintal, nem que para isso eles tenham que dirigir 1h para o trabalho. Ao lado da dockland fica o moderno estádio Ethiad.

O centro. O centro da cidade é bem movimentado. Tem lojas e restaurantes para todos os gostos. Começando o passeio em dockland, você vai passar pela bela estação de trem Southern Cross, pelo centro financeiro até chegar na catedral. Não deixe de tomar uma cerveja em uma das lanes, vielas cheias de bares e restaurantes. Alias, uma boa dica para uma cerveja é o Mitre Tavern. Prove a Fat Yak, uma pale ale extraordinária.

Eureka. Suba no prédio mais alto da Australia. Da pra ter uma boa idéia da geografia da cidade. Na foto abaixo dá pra ver o Albert Park, local onde é realizado o GP de F1 da Austrália.  O parque fica um pouco longe da cidade mas vale a visita.

Yarra river. O rio é a divisa entre norte e sul da cidade e também é bastante utilizado pelo pessoal do remo. Perto da Flinders station, as ruas ao lado do rio são exclusivas para pedestres. Um outro ótimo local pra dar uma caminhada e tomar um café.

Brunswick Street: É a região boêmia da cidade, cheia de bares e restaurantes. A noite você pode encontrar vários bares com música ao vivo.

Ciclovias. A cidade é infestada de ciclovias. Pontos de aluguel de bikes estão disponíveis por todos os cantos da cidade. Só não esqueça o capacete. Em Melbourne andar sem capacete vai te render uma multa.

1 thought on “Um Tour em Melbourne

  1. Não só em Melbourne, mas em Brisbane também. Tive que comprar um de emergência para poder fazer o passeio do sábado antes de ir embora. Só não era o preço gente boa de $5, me custou $50 a porcaria numa loja de bicicleta.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s