Um ano de Road Bike

CURITIBA (no navigator) Olhando nos meus logs notei que essa semana fiz o pedal número 100 de speed. Isso mesmo, 100 pedais com a bike que eu relutei muito em comprar quando só andava de Mountain Bike. Devo dizer que o ciclismo de estrada é uma coisa que vicia. Diferentemente da Mountain bike, em que qualquer pedalzinho te toma o dia inteiro (e logo você está em maus lençóis com a patroa), a speed te permite fazer um pedal de 100km e voltar para o almoço.

De junho/2013 até agora acumulei 7.453 km em 265 horas de pedal. O mapa abaixo mostra as regiões que eu mais pedalei. O trecho da BR277 que leva ao litoral do estado do Paraná foi o mais frequentado. Aqui vale um parênteses, Curitiba e região oferecem uma infinidade de opções para os amantes do ciclismo de estrada. Tem para todos os gostos, trecho planos, subidas leves, subidas pesadas, belas paisagens e vento contra quase sempre 🙂heat map

Outra vantagem da speed com relação a Mountain bike é o custo de manutenção.  Como em geral o pedal é “limpo”, o desgaste dos componentes é bem menor. Durante um ano, a bike foi uma única vez para manutenção pois achei que estava na hora de trocar a corrente. Já a Mountain bike ia para a revisão com uma freqüência bem maior.  Considerando que uma boa revisão está na faixa dos R$ 150, andar de speed faz bem ao bolso!

E o preço da bike, você vai me perguntar? Depende do tamanho do seu bolso. Dá uma olhada por exemplo em venda de bicicletas na OLX e você vai perceber que tem para todos os bolsos. Um bike usada em boas condições é uma boa opção para começar.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s