12a. Corrida da Guarda Municipal

CURITIBA (agora sim) Hoje foi dia da 3a. Etapa do Circuito de Rua da Prefeitura de Curitiba (12. corrida da Guarda Municipal). Largada as 8h no centro da cidade. O engraçado de correr tão cedo no centro da cidade é cruzar com o pessoal saindo dos botecos. Pelo menos é uma torcida bem animada. E pensar que alguns anos atrás que estava saindo do boteco era eu. Outra coisa engraçada são os estressadinhos buzinando nos cruzamentos interditados. Pô, nego não dá folga nem no domingo?

Vamos a corrida. Como eu imaginava a pedalada de ontem ia cobrar seu preço. E cobrou. Pela primeira vez eu realmente pensei em parar e sentar no meio fio.

mapa

Track disponível aqui

Isso foi lá pelo km 5 numa das várias subidas do percuros. Mas a hora que eu ví um velhinho passar do meu lado e me deixar comendo poeira, resolvi que tinha que acabar.

altimetria

Vencida a barreira psicológica, a corrida transcorreu melhor e consegui fazer os últimos quilômetros num ritmo abaixo de 4:25 km/min o que permitiu que eu baixasse meu tempo nos 10km para 47’35”.

Agora tô pensando em treinar para uma meia maratona. Dia 6 de setembro tem a meia maratona do rio….

Advertisements

Brinquedinho Novo

CURITIBA (pelo menos parou de chover) Depois de alguma pesquisa acabei comprando um brinquedinho novo. Como sempre, não tem tudo o que eu queria pois pra esse tipo de coisa a gente tem que seguir o “budget” senão fica difícil de explicar em casa. Mesmo assim já tive que escutar  “como você gastou tudo isso numa bicicleta?!”.

Tentei argumentar, “mas tem freio a disco”. Escutei de novo, “pra que??”. Resolvi ir pedalar…

DSC03655

Para estreiar a magrela, dia típico Curitibano, ou seja, frio, cinza e uma garoa fina. Fiz 30km saindo da minha casa no Ahú e passando pelos Parques Barigui, Tingui e São  Lourenço.

estreia

Agora só falta começar a nadar 🙂

O Paço

CURITIBA (como chove) Semana passada levei Isabela para dar uma volta no centro de Curitiba. Como a menina só anda de carro, fomos de ônibus. Ônibus cheio, freiadas bruscas, longa espera, mas pra baixinha foi tudo curtição.

Minha idéia era dar uma volta no centro da cidade mas para minha surpresa descobri que um dos prédios mais bonitos da cidade, a antiga prefeitura, foi renovado e agora é o paço da cidade. Algumas salas mostram um pouco da história do prédio com uma exposição de fotografias. Tem também salas de projeção, cyber café, livraria, etc.

Pra quem não sabe, fica perto da praça Tiradentes. Vale a pena fazer uma visita.

p_1600_1200_3B6D76A6-9BCD-4F71-A462-566E8E483BD0.jpeg

Track&Field Run Series CWB

CURITIBA (estava frio e escuro) Nos meus dias de sedentário nem me passava pela cabeça acordar 6h da manhã para ir correr. Ainda mais no inverno! Mas como estou ficando viciado na tal da endorfina, lá fui eu pra prova da Track&Field com largada as 7:30h.  Pelo menos era bem perto da minha casa e diga-se de passagem, tudo muito bem organizado, com direito a frutas, gatorade e brindes no final da corrida.

O percurso não é dos mais difíceis mas logo após a largada tem 1km de subida. Como o percurso é de 5km, na segunda volta essa subida parece que não vai acabar mais.

MapaTF

Track disponível aqui

Essa é a altimetria da corrida. Os picos dos km1 e 6 são os da subida da Inácio Lustosa. Depois o percurso é tranquilo.

altimetria

De acordo com a medição oficial meu tempo foi de 47’56” e fui o 118 colocado na classificação geral e 32 na minha categoria (35-40). Como meu objetivo era baixar meu último tempo de 48’40”, fiquei satisfeito.

DSC03606

Semana que vem tem a corrida de montanha de balsa nova! Vamos ver o que me espera…

Outono

CURITIBA (colorido) Uma das coisas mais impressionantes do outono norte americano é a quantidade de cores presentes nas árvores, principalmente nos maples (ou plátanos). Meu ex-orientador Canadense sempre me sacaneava dizendo que no Brasil as árvores tinham duas cores durante o ano, verde no verão e primavera e amarelo no outono. Tomando por base as árvores da minha rua isso até que é verdade. Mas pertinho da minha casa encontrei esse maple todo vermelho de fazer inveja a qualquer Canadense. Na realidade ela sempre esteve ali, mas somente agora foi que eu percebi.

p_1600_1200_0C139787-9555-413A-B814-09B9054B915B.jpeg

Barigui – Lado B

CURITIBA (cheiro de chocolate) Agora que Isabela está andando de bicicleta sem as tais rodinhas de apoio, estamos indo mais longe nos nossos passeios. Daqui a pouco tenho que comprar uma bicicleta melhorzinha pra ela.

img

Um dos lugares preferidos da baixinha é o outro lado do parque Barigui, aquele que tem uma chaminé ao lado do que restou da antiga pista de bicicross. Eu chamo esse pedaço do parque de Lado B.

Entre as coisas que eu mais gosto deste lado estão:

a) pista mais larga (especialmente para as crianças que estão aprendendo a andar de bicicleta, skate, patinete, etc..).

b) ausência das patricinhas com seus poodles e outros cachorros que apanham facilmente de um rato mais fortinho.

c) não pode entrar carro, consequentemente não tem os playboys com seus carros tunados e som alto.

d) tem um bosque muito legal.

Vale a pena descobrir esse lado do parque. Mas se você se encaixa em uma das categorias acima, fique no lado A, SVP!